IFMT
início do conteúdo

Seminário PDI: Participantes das comissões realizam atividades práticas nesta quarta-feira

Publicado em: Reitoria / 20 de Junho de 2018 às 16:47

O primeiro dia do seminário do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) teve como objetivo nortear os participantes das comissões para entenderem o que é e que foi proposto no PDI que está vingente e o que a gestão espera para esse que foi iniciado sua construção na data de ontem (19). As pro-reitorias e diretorias sistêmicas trouxeram dados e reflexões em cima do que vivenciaram no PDI e as proposições dentro de cada uma delas.

Segundo o reitor do IFMT, professor Willian de Paula, o que vale observar é que cada apresentação trouxe um panorama geral, sem deixar de dialogar com a situação que socioeconômica que estamos vivenciando no país. “Todas as ações que foram propostas tem esse diálogo para alavancar a instituição, mas sem deixar de observar também a situação que está  ocorrendo na sociedade, nesse panorama atual”.

Sobre como fazer com que o IFMT consiga seguir essa tendência da indústria 4.0, o reitor disse que a instituição já desenvolve ações, principalmente nos cursos de automação industrial e tecnologia da informação.   “Eu acredito que a partir da qualificação dos nossos servidores e a questão de inovação para que tenhamos esse contato com a tecnologia de ponta que ocorre em outros locais do mundo”.

A respeito da questão de network e parcerias ele falou que é de suma importância trabalhar com elas e fortalece-las, pois irá desenvolver as ações de ensino, pesquisa e extensão. “Sozinhos a gente tem feito o que é possível, mas quando somamos a força, percebemos que alavancamos mais as ações. As possibilidades se tornam maiores, tanto para os nossos servidores como  para nossos alunos. Dessa forma, a gente acaba ofertando bem mais do que se estivéssemos sozinhos”.

O pró-reitor de desenvolvimento institucional, João Germano Rosinke, explicou nesse segundo dia elaboraram a se  estratégia: entre os 100 participantes, dividimos em 10 grupos, em três ambientes separados. “ Cada grupo vai fazer a analise swott, o que seria isso? Pensar a instituição com suas forças e fraquezas, oportunidades e ameaças. Identificar os temas principais da instituição que requerem uma atenção, e a partir daí fazer um cruzamento de forças em cada um desses pontos para que defina a matriz swot.  Depois disso, serão trabalhados a elaboração dos objetivos e os indicadores de desempenho”.

A diretora geral do campus Sinop, Gilma Chitarra, destacou como importantíssimo a capacitação ocorrida na data de ontem. “Hoje estamos indo para a prática. Nós estamos iniciando os trabalhos de uma forma muito mais ativa e dinâmica. Dessa forma traz a concretização dos cursos que temos feito com a Prodin, faz com que contribuamos mais para concretizarmos nosso trabalho nos campi “.

A coordenadora do curso de secretariado do campus Rondonopolis, Eliezer Polinati, também comentou sobre a capacitação inicial do seminário. “Como fui treinada para trabalhar hoje isso é muito importante, pois minha experiência das outras edições do PDI é zero. É muito mais fácil executar uma tarefa quando estamos preparados”.

Para o pró-reitor de pesquisa e inovação, Wander Barros, avaliação do PDI pela comunidade acadêmica é fundamental para que se consiga mensurar os valores a serem discutidos e planejados. “O plano vai direcionar para os próximos cinco anos da instituição. Os envolvidos precisam estar cientes das ações do PDI anterior, as metas que foram alcançadas e o que precisa ser ajustado para que consigamos construir um novo plano”.

 

 

início do rodapé